top of page
banner-sobre.jpg

O uso de extrato de Cannabis enriquecido em canabidiol em modelo de Transtorno do Espectro Autista em ratos: efeitos comportamentais e neuroquímicos

Andrey Fabiano Lourenço de Aguiar

Andrey Fabiano Lourenço de Aguiar

Dentre as doenças que são alvos da terapia com extratos de Cannabis e CBD, o Transtorno do Espectro Autista destaca-se por ter seu diagnóstico ainda na infância, sendo diagnosticado através da observação de disfunções na interação social, comportamento repetitivo e estereotipado, podendo ser acompanhado por diversas outras comorbidades, como ansiedade, Transtorno Obsessivo Compulsivo, epilepsia, entre outros.  Além disso, há a presença de distúrbios neuronais associados à excitabilidade do Sistema Nervoso Central (SNC), os quais são descritos como o cerne de seu desenvolvimento. Apesar das alternativas terapêuticas disponíveis, não há tratamento que mitigue completamente os sintomas e comorbidades associadas ao TEA, de modo que há necessidade de buscar novos protocolos terapêuticos e otimizar aqueles que já estejam disponíveis. Relatos clínicos apontam para uma maior eficiência dos extratos completos em comparação com o CBD isolado, apesar de faltarem evidências básicas que realizam essa comparação direta entre as duas formulações, além de não serem consideradas as peculiaridades entre os sexos masculino e feminino. Portanto, esse trabalho busca elucidar os efeitos do extrato de Cannabis e CBD isolado em modelo de TEA, identificando as alterações moleculares e celulares que dão suporte à sua eficácia, além de identificar possíveis diferenças a depender do sexo do indivíduo, posto que os componentes do SEC são expressos de forma diferente em machos e fêmeas. Investigaremos ainda como esse tratamento afeta a biologia do SNC no contexto patológico para inferir melhores cursos de tratamento.


Quer saber mais sobre o nosso time?

Entre em contato pelo email contatotimecannabis@gmail.com

bottom of page